O mundo de André Midani

Acabo de ler o divertidíssimo livro de André Midani, um dos homens mais poderosos da indústria fonográfica brasileira e latino-americana. Só para contextualizar, ele foi fundamental no lançamento e no sucesso das carreiras de, entre outros, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Jorge Ben, Luíz Miguel, Ultraje a Rigor e Titãs.

Midani é realmente um indivíduo cosmopolita, cidadão do universo. Com um tino diplomático incrível, ele é uma pessoa que se sente em casa em qualquer lugar do mundo. Nascido na Síria, quando criança estudou com os jesuítas na França, viveu sob a ocupação nazista, e presenciou ao vivo a invasão da Normandia. Quando jovem, fugiu da convocação do exército francês para lutar na Argélia e veio parar no Brasil. Quando adulto no Brasil, revolucionou a indústria do disco daqui e viveu muitas paixões.

Penso que por essas idas e vindas, por todo o drama e pelas aventuras vividas quando pequeno, Midani percebeu desde cedo que não existem verdades absolutas no universo humano. Mais do que isso, ele percebeu logo o sentido trágico da vida e concluiu nietzscheanamente que é aí que está a graça dela. Podem notar, toda pessoa de sucesso possui essa percepção.

Muito interessante é que no livro, por trás de um estilo aparentemente despretencioso, Midani, quase que por acaso e com a maior naturalidade, faz revelaçoes corajosas e até certo ponto bombásticas. Entre muitos outros, cito alguns exemplos:

Numa ilha do Caribe, ele encontra por acaso com um agente da CIA aposentado e bêbado que lhe revela que se divertiu muito com o planejamento e execussão do golpe militar de 64.

Nos anos 70, Midani cede os masters da obra de Caetano e Gil aos respectivos artistas que na época não percebem o que aquilo significa e revendem barato à gravadora.

No Brasil, através de experiências inequívocas, ele constata que tanto governos militares como democráticos têm medo de, estudam, e combatem organizaões populares. Isso aconteceu com o boicote dos bailes suburbanos nos anos 70 e acontece hoje com a repressão às rádios comunitárias.

Enfim, são muitas histórias, muitas histórias. Escritas e vividas por um homem cuja inteligência é peculiar e sofisticada.

3 Respostas to “O mundo de André Midani”

  1. intlfernando Says:

    Como deve ser ter esse tipo de visão? Ver acima e por cima de tudo e todos… Cara, isso assusta e tranqüiliza…Excelente post, legal conhecer um pouco mais sobre a historia da vida desse cara. Me pergunto agora com a grande onda de aposentadoria de baby boomers como ficaremos nós, como responderemos a nossa geração?

    Abraço

  2. andré midani Says:

    Dr Flavio ,
    A monica me mandou o endereço do teu site…e ai vai minha surpresa…: voce comentando sobre meu livro !
    Achei muito simpatico , em particular , voce ter mencionado os episodios das Caraibas , do medo das favelas e dos direitos fonograficos…voce è o unico dos meus leitores à mencionar estas historias…obrigado : fiquei muito lisonjeado .
    Te mando um forte beijo e por favor manda outro a teu pai e tua mae e feliz 09 para todos
    a

  3. Poxa Midani,

    Fico muito feliz em saber que você gostou do meu modesto texto sobre o seu livro. Obrigado pelo comentário e pelo prestígio que com ele você me dá. Eu é que fico lisonjeado.

    Um excelente 2009 a você e a todos a quem você quer bem.

    Beijos e abraços,

    Flavio Neves

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: